Como programar ESP8266? Veja dicas de como usar o microcontrolador

Como programar ESP8266? Veja dicas de como usar o microcontrolador

Aqueles que estão entrando na prática do universo da Internet das Coisas (IoT) certamente já tiveram ou ainda têm dúvidas sobre como programar ESP8266 – o microcontrolador de 32 bits da Espressif

E não é por menos, afinal esse microcontrolador com Wi-Fi integrado tem revolucionado o setor por oferecer uma solução de conectividade bastante acessível e flexível.

Essa característica é o que possibilita uma infinidade de aplicações inovadoras em que acesso à internet é uma necessidade. Algumas dessas aplicações você confere no artigo de hoje! 

Além disso, vamos nos concentrar em como programar ESP8266, utilizando especificamente a IDE do Arduino

Acompanhe o artigo até o final para facilitar a criação dos seus projetos de Internet das Coisas (IoT).

O que é ESP8266?

O ESP8266 é um microcontrolador de 32 bits com processador Tensilica, criado pela Espressif Systems. 

Ele possui 16 GPIOs configuráveis e interfaces comuns como UART, SDIO, SPI, I2C, I2S, ADC e PWM. A frequência de clock pode chegar a até 160 MHz, sendo 80 MHz o padrão. 

Como vimos na introdução, a capacidade Wi-Fi integrada é o seu grande diferencial. Além disso, o chip contém switches de antena, balun de RF, amplificador de potência, filtros e módulos de gestão de energia.

Para operar, é necessário alguns componentes externos adicionais, como:

  • Memória flash (para armazenamento do firmware);
  • Capacitores e resistores;
  • Cristal;
  • Antena (para conexão Wi-Fi).

O que é o módulo ESP8266 NodeMCU?

O NodeMCU é uma placa de desenvolvimento baseada no ESP8266, facilitando a programação com uma interface USB-serial integrada e regulador de tensão de 3.3V. 

Suporta a linguagem de programação LUA, mas também pode ser programado em C++, e permite o uso da IDE do Arduino. 

Tem conexão facilitada ao computador através de um cabo micro-USB para carregamento de programas.

Para que serve o microcontrolador ESP8266?

Pelas características que vimos anteriormente, o ESP8266 é ideal para projetos de Internet das Coisas (IoT), especialmente por sua conexão Wi-Fi integrada. 

Por isso, permite que dispositivos como sensores e atuadores se conectem à internet para enviar e receber dados, o que possibilita, entre outras coisas,o controle remoto e a automação de ambientes e equipamentos. 

Ampliando a visão, o chip também é capaz de contribuir para o desenvolvimento de aplicações inteligentes e conectadas a outros diversos segmentos da tecnologia.

Onde dá para programar esp8266?

Como programar ESP8266? Veja dicas de como usar o microcontrolador

O ESP8266 pode ser programado em algumas plataformas de desenvolvimento, como:

  • Arduino IDE: a famosa plataforma de desenvolvimento para microcontroladores, incluindo o ESP8266. A linguagem de programação utilizada é C/C++, que é bem fácil de aprender para quem já conhece Arduino;
  • Lua: uma linguagem de programação leve e fácil de aprender, e uma boa opção para quem quer programar o ESP8266 sem precisar aprender C/C++;
  • ESP-IDF (Espressif): a plataforma de desenvolvimento oficial do ESP8266 oferece mais controle sobre o hardware, mas é mais complexa de aprender do que as outras plataformas.

Como programar ESP8266 com arduino?

Considerando as opções de plataformas de desenvolvimento citadas acima, vamos seguir em frente com a opção mais utilizada em todo o mundo: o Arduino. 

A seguir, veja em 5 passos como programar ESP8266 no Arduino IDE — o ambiente de desenvolvimento utilizado para programar todas as placas da categoria Arduino. 

1. Instale o pacote “esp8266 by ESP8266 Community”

  • Na Arduino IDE, clique em Arquivo > Preferências;
  • Na janela de preferências, digite esse URL no campo URLs Adicionais para Gerenciadores de Placas. Clique em OK;
  • Clique em Ferramentas > Gerenciador de Placas;
  • Na janela do gerenciador de placas, pesquise por ESP8266;
  • Selecione o pacote ESP8266 by ESP8266 Community e clique em Instalar.

2. Conecte o ESP8266 ao seu computador

Com um cabo USB, conecte o ESP8266 ao seu computador, que deve ser reconhecido como uma porta COM no seu computador.

3. Selecione a placa “NodeMCU 1.0 (ESP-12E Module)”

Retorne ao Arduino IDE, e clique em Ferramentas > Placa; em seguida selecione a placa NodeMCU 1.0 (ESP-12E Module).

4. Escreva o código que você deseja programar no ESP8266

Como já vimos nesse artigo, a linguagem para programar o ESP8266 é C/C++, então considere isso ao escrever seu código. Quando pronto, é só copiar e colar na Arduino IDE.

Abaixo você confere um exemplo de código genérico que você pode usar para piscar o LED integrado do ESP8266:

void setup() {

  pinMode(LED_BUILTIN, OUTPUT);

}

void loop() {

  digitalWrite(LED_BUILTIN, HIGH);

  delay(1000);

  digitalWrite(LED_BUILTIN, LOW);

  delay(1000);

}

5. Carregue o código para o ESP8266

Por fim, cheque se o ESP8266 está conectado ao seu computador. Clique em Ferramentas > Carregar. Selecione o modo USB e clique em Carregar

Pronto! Depois que o código for carregado, ele será executado automaticamente.

Qual a diferença entre o ESP8266 e ESP32?

A maior diferença é que ESP32 é um chip de 32 bits, enquanto o ESP8266 é um chip de 8 bits. 

Ou seja, o ESP32 possui mais poder de processamento e mais recursos de memória do que o ESP8266. 

Ainda, o ESP32 possui mais pinos de entrada/saída, suporte para Bluetooth e Wi-Fi de 5 GHz, o que o torna uma opção mais versátil para projetos complexos.

💡Leia mais: Placa ESP32: descubra o que é, para que serve e muito mais!

Onde o ESP8266 pode ser aplicado?

Como programar ESP8266? Veja dicas de como usar o microcontrolador

Já ficou claro que o ESP8266 é bastante versátil, certo? É também bastante acessível e a possibilidade de programação com Arduino eleva as possibilidades de projetos criativos com esse chip. 

É possível soltar a criatividade em projetos de Internet das Coisas (IoT), automação residencial e comercial, além de sensoriamento remoto.

Confira abaixo algumas ideias bastante específicas para se inspirar: 

  • Um sistema de irrigação automático que regue suas plantas de acordo com a necessidade;
  • Uma fechadura inteligente que você possa abrir com seu telefone;
  • Um sensor de temperatura que envie dados para um site da web para que você possa monitorar a temperatura de sua casa, escritório ou loja;
  • Um drone que possa ser controlado por um aplicativo em seu telefone;
  • Um alto-falante inteligente que você possa controlar por voz.

Conheça a Victor Vision!

Seja lá quais forem seus projetos, contar com um display inteligente é sem dúvidas um grande passo rumo à profissionalização e melhoria da qualidade. 

Para isso, você pode contar com a Victor Vision e seus mais de 12 anos de experiência comercializando soluções inteligentes com display LCD e interface gráfica. 

Na Victor Vision você encontra cinco linhas de display: 

  • displays inteligentes;
  • displays Android;
  • displays HDMI; 
  • displays Inteligentes Plus;
  • displays TFT-LCD. 

Em busca por uma interface de comunicação pronta, de qualidade e fácil de programar? A Victor Vision pode te ajudar! Conheça nossas soluções!

Conclusão

Em resumo, o ESP8366 é o microcontrolador de 32 bits da multinacional de semicondutores Espressif. 

No artigo de hoje, vimos como programar ESP8266 com arduino, em passos simples e práticos. 

O chip é bastante utilizado não só em projetos de IoT, mas também em automação residencial e comercial, e sensoriamento remoto.

Se esse artigo foi útil, compartilhe! Acompanhe o blog da Victor Vision para conferir outros conteúdos relacionados, e também o nosso canal do YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *