Saiba mais sobre Categorias

 

A norma brasileira NBR15111 divide os óculos de sol em cinco categorias, conforme o grau de escurecimento das lentes.

A medida da proteção UV está relacionada com a categoria dos óculos de sol, pois quanto mais escura é a lente, maior a proteção UV exigida pela norma.

A seguir, apresentamos as cinco categorias, e as situações apropriadas para cada categoria.

 

Categoria 0

São lentes:

- Claras, para uso estético

- Não são óculos de sol, pois possuem capacidade muito baixa de redução do brilho solar

- Indicado em dias nublados, sem sol

- Adequado para direção

de  80  a  100% de transparência

Categoria 1

São lentes:

- Claras, para uso estético

- Ainda possuem capacidade muito baixa de redução do brilho solar

- Indicado em dias nublados, com pouco sol

- Adequado para direção

de 43 a 80% de transparência

Categoria 2

São lentes:

- São óculos de sol

- Capacidade média de redução do brilho solar

- Indicado em dias com sol

- Adequado para direção

de  18  a  43%  de transparência

Categoria 3

São lentes:

- São óculos de sol

- Capacidade alta de redução do brilho solar

- Indicado em dias com sol, e inclusive em praias, piscinas, e ambientes com alta reflexão

- Adequado para direção

de 8 a 18% de transparência

Categoria 4

São lentes:

- São óculos de sol

- Extrema capacidade de redução do brilho solar

- Indicado em dias com sol, e inclusive em praias, piscinas, e ambientes com alta reflexão

- INADEQUADO para direção

de 3 a 8% de transparência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OBS: A norma brasileira não prevê óculos com menos de 3% de transparência. Consideramos estes óculos como muito escuros para serem óculos de sol.